Enquetes – setembro/2010

26/09/2010

Participe das novas enquetes do Cultura Futebolística:

Anúncios

Série C 2010

28/11/2009

Com o rebaixamento de Juventude (RS), Fortaleza (CE), Campinense (PB) e ABC (RN) para a Série C do Campeonato Brasileiro de 2010, se o torneio seguir o mesmo regulamento deste ano, esta será a provável coniguração dos grupos:

Grupo A:

Rio Branco (Rio Branco – AC), Águia (Marabá – PA), Paysandu (Belém – PA), São Raimundo (Santarém – PA), Fortaleza (Fortaleza – CE)

Grupo B:

ABC (Natal – RN), Alecrim (Natal – RN), Campinense (Campina Grande – PB), Salgueiro (Salgueiro – PE), CRB (Maceió – AL)

Grupo C:

Marília (Marília – SP), Macaé (Macaé – SP), Ituiutaba (Ituiutaba – MG), Gama (Gama – DF), Luverdense (Lucas do Rio Verde – MT)

Grupo D:

Brasil (Pelotas – RS), Caxias (Caxias do Sul – RS), Juventude (Caxias do Sul – RS), Chapecoense (Chapecó – SC), Criciúma (Criciúma – SC)

Destaque para o grupo da morte, o C, com clubes de RJ, MG e SP, além do Gama, que até pouco tempo figurava na primeira divisão. No grupo D o clássico de Caxias do Sul, o Ca-Ju (Caxias x Juventude), além do ex-primeira divisão Criciúma. No grupo B, um clássico de Natal, ABC x Alecrim (embora talvez o maior clássico da cidade seja ABC x América). E no grupo A três clubes do Pará, sendo dois deles “novatos” no cenário nacional, Águia e São Raimundo, além do Paysandu, e também o ex-primeira divisão Fortaleza.


América Mineiro conquista a Série C

21/09/2009

Ao vencer ontem o ASA de Arapiraca por 1 a 0 (também havia ganhado a primeira partida em Alagoas por 3 a 1) o América Mineiro conquistou a Série C do Campeonato Brasileiro de 2009. O Coelho volta a ganhar um título nacional após 12 anos, quando venceu a Série B, inclusive com o mesmo treinador, Givanildo Oliveira. Na campanha vitoriosa desse ano, o América disputou 14 partidas, vencendo 9, empatando 2 e perdendo 3, com 69% de aproveitamento. Com o título, o América voltará a disputar a segunda divisão do Brasileiro, a qual disputou pela última vez em 2004. Também disputarão a Série B 2010 ASA, Guaratinguetá (SP) e Icasa (CE).

América Mineiro campeão da terceira divisão 2009

Foi o décimo-segundo título nacional de um clube mineiro. O Cruzeiro lidera a lista com seis conquistas (4 Copas do Brasil, 1 Taça Brasil e 1 Campeonato Brasileiro da primeira divisão). Em seguida vêm América (1 Brasileiro da segunda divisão e 1 da terceira) e Atlético (1 Brasileiro da primeira e um da segunda divisão). Os dois títulos restantes são da segunda divisão: um do Villa Nova e um do Uberlândia.

Embora seja o maior campeão nacional de Minas Gerais, o Cruzeiro não vence um torneio desde 2003, quando conquistou a Série A do Brasileirão. Com uma campanha memorável, a equipe cinco estrelas, comandada pelo craque Alex, marcou 100 pontos em 46 partidas, no primeiro campeonato disputado no sistema de pontos corridos. Antes disso, o clube só havia conquistado o maior torneio do futebol brasileiro em 1966, quando conquistou a Taça Brasil vencendo o lendário Santos de Pelé, então pentacampeão do torneio, ganhando as duas partidas da final (6 a 2 no Mineirão e 3 a 2 no Pacaembu). Além disso, é o maior campeão da Copa do Brasil (juntamente com o Grêmio), com quatro títulos: 1993, 1996, 2000 e 2003.

Cruzeiro campeão brasileiro 2003

O Atlético Mineiro, por sua vez, foi o campeão do Primeiro Campeonato Nacional de Clubes, o que hoje seria o equivalente à Série A do Campeonato Brasileiro, em 1971. No triangular final, a equipe superou São Paulo e Botafogo. O clube alvinegro só voltou a conquistar um título nacional 35 anos depois, o título da segunda divisão do futebol nacional, a Série B do Campeonato Brasileiro de 2006, já no sistema de pontos corridos.

Atlético Mineiro campeão brasileiro segunda divisão 2006

Ainda em 1971 outro clube mineiro centenário, o Villa Nova, de Nova Lima, foi campeão do Campeonato Nacional de Clubes da Primeira Divisão, o que, na época, seria a segunda divisão, ou Série B do Campeonato Brasileiro. Na final, o Leão do Bonfim venceu o Remo, do Pará, em duas das três partidas e foi o campeão. Entretando, nas duas primeiras edições da segunda divisão, o campeão não subia para a primeira divisão no ano seguinte. Em 1972 o Villa sequer disputou a segunda divisão novamente, esta que só contou com a participação de equipes da região Nordeste do país.

Villa Nova campeão brasileiro da segunda divisão 1971

Por fim, faltou citar o Uberlândia. Entre 1980 e 1983 e em 1985, a primeira divisão do campeonato brasileiro era chamada de Taça de Ouro, e a segunda divisão de Taça de Prata. Em 1984, porém, a primeira divisão se chamou Copa Brasil e a segunda divisão de Taça CBF. Em todos esses anos, os critérios de classificação para o campeonato brasileiro das duas divisões era a posição no campeonato estadual do ano anterior. O clube do triângulo terminou na quarta colocação o Campeonato Mineiro de 1983, e juntamente com o América, o terceiro colocado, foram os representantes de Minas Gerais na Taça CBF de 1984. Naquele ano, o campeão da segunda divisão ganhava uma vaga já na terceira fase do campeonato do mesmo ano (!!!) e assim foi com o Uberlândia. Na prática, o clube poderia conquistar as duas divisões do campeonato no mesmo ano! Dentre os quatro grupos da terceira fase, o Uberlândia caiu junto com Vasco (que seria o vice-campeão), Fortaleza e Coritiba, mas ficou em terceiro lugar e foi eliminado. Entretanto, como critério estatístico, o Uberlândia ficou em 16º lugar na primeira divisão de 1984. O Uberlândia voltou a disputar a primeira divisão em 1985, mas com uma campanha fraca terminou em 33º entre 44 clubes.

Uberlândia campeão brasileiro da segunda divisão 1984