Camisa do Cruzeiro 2011

16/02/2011

Ontem foram lançadas as camisas do Cruzeiro para o ano de 2011. Mais uma vez a aberração do logotipo do Banco BMG em laranja estragou a camisa. A novidade, dessa vez, foi a faixa branca sobre a camisa azul, o que se chama de chevron. A camisa fez lembrar as camisas do Vélez Sársfield, do Manchester United em 2009 e da Seleção Mexicana em 2006.

Camisa do Vélez Sársfield em 1994

Camisa da Seleção Mexicana em 2006

Camisa do Manchester United em 2009/2010

Segundo as acessorias de marketing do Cruzeiro e da Reebok, a camisa deste ano foi inspirada na primeira camisa usada pelo Cruzeiro após a mudança de nome (até 1942 o Cruzeiro chamava-se Palestra Itália).

Camisa do Cruzeiro em 1943

Enfim, voltando ao assunto BMG, fiz um pequeno exercício sobre as novas camisas, imaginando como seriam as mesmas com o BMG em outra cor (azul ou branco) ou até sem o maltido logo laranja.

Camisa 1 do Cruzeiro 2011, com o BMG em branco

Camisa 1 do Cruzeiro em 2011, sem o BMG

Camisa 2 do Cruzeiro em 2011, com o BMG em azul

Camisa 2 do Cruzeiro em 2011, sem o BMG

Anúncios

As camisas da Copa do Mundo

20/11/2009

Classificadas as 32 seleções para a Copa do Mundo de 2010, agora é possível fazer um levantamento dos fornecedores de material esportivo para o torneio.

A adidas patrocina 12 seleções: África do Sul, Japão, Nigéria, México, Argentina, Paraguai, Dinamarca, França, Alemanha, Grécia, Eslováquia e Espanha. São 6 a mais que em 2006.

A Nike patrocina 9 seleções: Austrália, Coreia do Sul, Estados Unidos, Brasil, Nova Zelândia, Holanda, Portugal, Sérvia e Eslovênia. Uma seleção a mais que em 2006.

A Puma patrocina Camarões, Costa do Marfim, Gana, Uruguai, Itália e Suíça. São 6, em 2006 eram 12.

As outras marcas são:
Joma (Honduras)
Umbro (Inglaterra)
LeCoq Sportif (Argélia)
Brooks (Chile)
Erke (Coreia do Norte)

Puma e adidas já fizeram o lançamento de grande parte de suas camisas para a Copa, inclusive já postei as imagens destas aqui no blog. As camisas da Puma, como sempre, apostando no mesmo template para todas as seleções, variando apenas cores e estampas personalizadas. Apesar de tudo, os resultados foram bons, principalmente nas camisas away. Mas é bom esperar pelo lançamento da camisa da Itália, que geralmente é algo diferente das demais. As camisas da adidas também apostam em peculiaridades de cada seleção em suas camisas, gerando bons resultados. Porém, em camisas como a Espanha e Grécia o excesso de simplicidade acaba sendo um erro.

A Nike, que em 2006 apostou em uma política de individualizar o uniforme de cada seleção, tanto nas fontes utilizadas como em outros detalhes, ainda não lançou oficialmente nenhuma das camisas para o ano que vem, mas essa tendência provavelmente permanecerá. A camisa do Brasil, inclusive, tem previsão para lançamento em fevereiro de 2010, durante o Carnaval de Salvador.

A Umbro/Inglaterra não deve lançar nada novo para a Copa. Quanto às outras seleções existe a possibilidade de mudarem de fornecedor para o mundial, uma vez que são marcas menores que não têm poder de competitividade com as “gigantes” do mercado. Honduras talvez permaneça com a Joma, marca que na Copa de 2006 forneceu material para a Costa Rica. A Argélia, caso não continue com LeCoq Sportif, pode ser “capturada” pela Puma, que tem forte presença e identificação no mercado africano, inclusive da África do Norte (patrocina Egito e Tunísia). Seria legal ver o Chile, que em sua última Copa (1998) tinha camisa da Reebok, com outra marca (talvez Umbro ou mesmo Nike, que só patrocina o Brasil na América do Sul). Agora, a Coreia do Norte é uma incógnita. Será que o governo comunista do país permitirá à sua seleção uma camisa de alguma das grandes multinacionais ou continuará com a pequena chinesa Erke? É esperar pra ver.

Atualização: a Argélia foi, de fato, “capturada” pela Puma.


Cruzeiro lança camisa 3 para temporada 09/10

05/11/2009

Finalmente, na partida de ontem entre Cruzeiro e Argentinos Boys Juniors, a Reebok lançou a camisa 3 cruzeirense para a temporada. Uma imagem circulava pela internet há algumas semanas, inclusive aqui no blog, mas somente ontem a camisa foi apresentada oficialmente. Eis a obra:

camisa 3 cruzeiro 0910

De 0 a 10, digamos que a camisa ganhou nota 6. O degradê exatamente no meio só fica legal quando a camisa é vista de longe, e o escudo do Palestra sobre o azul não combinou. O detalhe é que no jogo de ontem, assim como na final da Libertadores, o Cruzeiro teve patrocinadores exclusivos para a partida: Fiat (nas mangas) e Supermercados BH (nas costas). A empresa automobilística já havia estampado sua marca na camisa azul durante o ano de 2008 inteiro. A rede de supermercados, por sua vez, na partida final da Libertadores desse ano.

Outro detalhe é que no jogo de ontem os dois clubes utilizaram um patch em homenagem ao argentino Sorín, fazendo dessas camisas itens raros para qualquer colecionador.

Sorín com nova camisa 3 do Cruzeiro

Aqui, detalhe para o patch:

patch sorin


Provável camisa 3 do Cruzeiro

22/10/2009

Ontem no Shop Cruzeiro, a loja oficial do clube na internet, começou a pré-venda da camisa 3 do Cruzeiro. Mas ainda não têm fotos dela, mas somente uma imagem representativa. E vazou na internet também uma imagem daquela que poderia ser essa camisa:

camisa_3_1

A previsão de lançamento é no início do mês de novembro de 2009.


Fontes Puma, Reebok, adidas, Lotto

30/09/2009

fontes_pack

Há algum tempo atrás desenhei estas fontes utilizadas em camisas de futebol por grandes marcas para serem utilizadas como fontes true-type no computador. A divulgação delas na internet não foi muito grande, mas mesmo assim até cheguei a receber emails pedindo-as. Como tenho o blog agora, nada mais justo que colocá-las a disposição de quem quiser baixá-las para o computador.

As fontes que fiz foram: a das camisas da Puma entre 2006 e 2007, chamada Puma Pace; a da Puma, nas camisas away em 2008 e 2009; a da Lotto, utilizada desde 2007 em algumas camisas; a da adidas, utilizada nas seleções desde 2008. Como bônus, coloque no pacote a fonte da Reebok usada entre 2006 e 2008, mas que não fui eu quem fez. Lembrando que todos os direitos autorais pertencem às respectivas marcas e estas fontes não podem ser utilizadas para fins lucrativos.

Eis o link: http://www.sendspace.com/file/z13srf


Nova camisa do goleiro Fábio

06/09/2009

fabio retroNa partida do Cruzeiro contra o São Paulo, que acontece nesse momento no Mineirão, o goleiro celeste Fábio estreia uma nova camisa. O modelo é semelhante à camisa retrô de 1956 que a Reebok lançou este ano. O material, porém, não deve ser de pano como a retrô, mas sim mais leve, como são normalmente as camisas de jogo.
fabio retro 2A camisa em si é igual à retrô, mas tem patrocínio do Banco Bonsucesso, e nas costas o nome e o número do goleiro são amarelos. Uma boa opção para a camisa 3 do time, que como disse em tópico anterior, está prestes a ser lançada.
N. do E.: Olhando essa foto disponibilizada no Torcida RBK, a camisa utilizada pelo Fábio parece ser exatamente a mesma retrô vendida nas lojas, somente com a adição do patrocínio e dos números.


Cruzeiro lançará terceira camisa em setembro

01/09/2009

De acordo com o site Máquina do Esporte, o Cruzeiro lançará seu terceiro uniforme de 2009 agora no mês de setembro. Segundo a notícia, a diretoria do clube já aprovou o desenho da camisa feito pela Reebok e nas próximas semanas também será definida a estratégia para as camisas e outros produtos do ano que vem.

Camisa de treino do Cruzeiro de 2005

O diretor de marketing do Cruzeiro, Antônio Claret, também fez questão de afirmar que a camisa será “diferente daquilo que o estatuto do clube permite”. Ou seja, é possível que venha alguma coisa bem diferente por aí. Talvez uma camisa verde, como a do Palestra Itália, ou uma vermelha, como a camisa de treino do clube em 2005. Também podem ser uma camisa amarela ou uma dourada, como a atual camisa 3 do Internacional, uma vez que a Reebok também fornece material para o time gaúcho.

Camisas de 1996, 1997 e 1999

A história de terceira camisa do Cruzeiro começou em 1996, quando a Finta lançou para o clube uma camisa dividida ao meio (metade azul-metade branca), acrescida de alguns desenhos “psicodélicos”. A camisa não caiu muito no gosto da torcida e se não me engano usada em jogo apenas uma vez, numa partida contra o Goiás. Em 1997, o Cruzeiro lançou mais uma camisa que pode ser considerada como “camisa 3”. Fabricada pela Rhumell, tinha um desenho muito parecido com a camisa do mesmo ano, que foi usada na semi-final e na final da Libertadores daquele ano, quando o time foi campeão, e também no Mundial Interclubes. A camisa a que me refiro, porém, era de cor roxa e as estrelas desenhadas eram em posições diferentes às da camisa da Libertadores. Em 1999 o Cruzeiro voltou a jogar com a terceira camisa, agora em partidas válidas pela Copa Mercosul. A camisa, fabricada pela Topper, tinha um azul mais escuro que a camisa tradicional e uma novidade: o escudo do clube, ao invés das tradicionais cinco estrelas. Em 2001, o Cruzeiro utilizou a terceira camisa nas partidas da Libertadores. A camisa tinha o mesmo azul da camisa 1, mas com grandes faixas brancas nas laterais. No peito, o escudo do clube. Em 2002, na Copa Sul-Minas, mais uma terceira camisa. A camisa azul agora ganhava pequenas faixas horizontais em azul claro, além da gola pólo em branco. No peito, ao contrário das camisas 1 e 2 (em que as 5 estrelas haviam voltado ao peito após 2 anos), constava o escudo do clube.

Camisas de 2001, 2002 e 2004

Em 2004, na disputa da Copa Sul-Americana, no segundo semestre, o Cruzeiro utilizou uma camisa azul clara, com detalhes em branco. Por fugir do azul tradicional, também não foi muito bem aceita. No ano seguinte, a camisa utilizada na Copa Sul-Americana voltava com o azul tradicional do clube, mas dessa vez com as faixas brancas nas laterais e no peito da camisa. As cinco estrelas voltavam ao peito após dois anos, mas dessa vez com a Tríplice Coroa acima delas. Nessa época, as camisas 1 e 2 exibiam o escudo do clube, também com a coroa acima. Na Copa Sul-Americana de 2006 a camisa, agora fabricada pela Puma, se destacou por ter um corte mais justo que as tradicionais, além de uma faixa branca no ombro direito e uma amarela no ombro esquerdo. As estrelas com a coroa estavam presentes, assim como no ano anterior.

Camisas de 2005 e 2006

Em 2007, as estrelas voltaram a aparecer nas camisas 1 e 2. Sendo assim, o escudo aparecia na terceira camisa. Essa camisa era novamente dividida ao meio, mas dessa vez em dois tons de azul. Os patrocinadores e a numeração eram em dourado. Uma camisa bonita mas que não fez muito sucesso. Foi utilizada na Copa Sul-Americana e em poucas partidas do Campeonato Brasileiro. Por fim, na Libertadores de 2008, a última linha de camisas da Puma para o Cruzeiro. A terceira camisa era num azul mais claro (não tão claro quanto a de 2004) e com detalhes em amarelo. A numeração também era em amarelo.

Camisas de 2007 e 2008

Imagens retiradas do Blog do Cruzeirense e da minha própria coleção de camisas.