Brasileiros em finais sulamericanas

02/12/2010

Pode parecer incrível, mas a presença do Goiás na final da Copa Sul-Americana de 2010 é a 64ª de um clube brasileiro em uma final de competição organizada pela Conmebol (Confederação Sulamericana de Futebol). Das outras 63 vezes que chegou à final, o Brasil foi campeão 36 vezes, sendo que 11 dessas 36 tiveram o outro finalista também brasileiro. Das finais contra clubes estrangeiros, o Brasil venceu 25 e perdeu 27 vezes.

Dentre os clubes mais vezes finalistas, Cruzeiro e São Paulo empatam com 15 finais. Palmeiras e Internacional têm 7 cada. O Flamengo tem 6 finais, enquanto Grêmio e Atlético Mineiro têm 5. O Santos tem 4 finais e o Vasco tem 3. Fluminense e Botafogo têm 2 cada. São Caetano, Atlético Paranaense, CSA de Alagoas e agora o Goiás têm 1 final.

As competições consideradas foram: Copa Libertadores (1960-2010), Copa Sulamericana (2002-2010), Supercopa Libertadores (1988-1997), Copa Mercosul (1998-2001), Recopa Sulamericana (1989-2010), Copa Conmebol (1992-1999), Copa Ouro (1993-1996), Copa Masters da Supercopa (1992-1995), Copa Masters da Conmebol (1996), Copa Interamericana (1968-1998), Copa Suruga Bank (2008-2010)

Ano Competição Clube brasileiro Clube rival Resultado
1961 Libertadores Palmeiras Peñarol (URU) Vice
1962 Libertadores Santos Peñarol (URU) Campeão
1963 Libertadores Santos Boca Juniors (ARG) Campeão
1968 Libertadores Palmeiras Estudiantes (ARG) Vice
1974 Libertadores São Paulo Independiente (ARG) Vice
1976 Libertadores Cruzeiro River Plate (ARG) Campeão
1977 Libertadores Cruzeiro Boca Juniors (ARG) Vice
1980 Libertadores Internacional Nacional (URU) Vice
1981 Libertadores Flamengo Cobreloa (CHI) Campeão
1983 Libertadores Grêmio Peñarol (URU) Campeão
1984 Libertadores Grêmio Independiente (ARG) Vice
1988 Supercopa Cruzeiro Racing (ARG) Vice
1991 Supercopa Cruzeiro River Plate (ARG) Campeão
1992 Libertadores São Paulo Newell’s Old Boys (ARG) Campeão
1992 Supercopa Cruzeiro Racing (ARG) Campeão
1992 Conmebol Atlético Mineiro Olimpia (PAR) Campeão
1992 Recopa Cruzeiro Colo-Colo (CHI) Vice
1992 Masters Supercopa Cruzeiro Boca Juniors (ARG) Vice
1993 Libertadores São Paulo Universidad Católica (CHI) Campeão
1993 Supercopa São Paulo Flamengo Campeão e vice
1993 Conmebol Botafogo Peñarol (URU) Campeão
1993 Recopa São Paulo Cruzeiro Campeão e vice
1993 Copa Ouro Atlético Mineiro Boca Juniors (ARG) Vice
1994 Libertadores São Paulo Vélez Sársfield (ARG) Vice
1994 Conmebol São Paulo Peñarol (URU) Campeão
1994 Recopa São Paulo Botafogo Campeão e vice
1995 Libertadores Grêmio Atlético Nacional (COL) Campeão
1995 Supercopa Flamengo Independiente (ARG) Vice
1995 Conmebol Atlético Mineiro Rosario Central (ARG) Vice
1995 Copa Ouro Cruzeiro São Paulo Campeão e vice
1995 Masters Supercopa Cruzeiro Olimpia (PAR) Campeão
1996 Supercopa Cruzeiro Vélez Sársfield (ARG) Vice
1996 Recopa Grêmio Independiente (ARG) Campeão
1996 Copa Ouro Flamengo São Paulo Campeão e vice
1996 Masters Conmebol São Paulo Atlético Mineiro Campeão e vice
1997 Libertadores Cruzeiro Sporting Cristal (PER) Campeão
1997 Supercopa São Paulo River Plate (ARG) Vice
1997 Conmebol Atlético Mineiro Lanús (ARG) Campeão
1998 Libertadores Vasco Barcelona (ECU) Campeão
1998 Conmebol Santos Rosario Central (ARG) Campeão
1998 Recopa Cruzeiro River Plate (ARG) Campeão
1998 Mercosul Palmeiras Cruzeiro Campeão e vice
1998 Interamericana Vasco DC United (EUA) Vice
1999 Libertadores Palmeiras Deportivo Cali (COL) Campeão
1999 Conmebol CSA Talleres (ARG) Vice
1999 Mercosul Flamengo Palmeiras Campeão e vice
2000 Libertadores Palmeiras Boca Juniors (ARG) Vice
2000 Mercosul Vasco Palmeiras Campeão e vice
2001 Mercosul Flamengo San Lorenzo (ARG) Vice
2002 Libertadores São Caetano Olimpia (PAR) Vice
2003 Libertadores Santos Boca Juniors (ARG) Vice
2005 Libertadores São Paulo Atlético Paranaense Campeão e vice
2006 Libertadores Internacional São Paulo Campeão e vice
2006 Recopa São Paulo Boca Juniors (ARG) Vice
2007 Libertadores Grêmio Boca Juniors (ARG) Vice
2007 Recopa Internacional Pachuca (MEX) Campeão
2008 Libertadores Fluminense LDU Quito (ECU) Vice
2008 Sulamericana Internacional Estudiantes (ARG) Campeão
2009 Libertadores Cruzeiro Estudiantes (ARG) Vice
2009 Sulamericana Fluminense LDU Quito (ECU) Vice
2009 Recopa Internacional LDU Quito (ECU) Vice
2009 Suruga Internacional Oita Trinita (JAP) Campeão
2010 Libertadores Internacional Guadalajara (MEX) Campeão
2010 Sulamericana Goiás Independiente (ARG)
Anúncios

50ª Copa Libertadores da América

28/03/2010

Já faz quase um ano que este vídeo está para ser divulgado. Mas a espera finalmente acabou.

Trata-se do vídeo oficial da Conmebol para comemoração da 50ª edição da Copa Libertadores da América, comemorados em 2009.

Este vídeo foi exibido durante a exibição do troféu da competição, na véspera da final do ano passado. O troféu estava sendo exibido no hall do Mineirão, em Belo Horizonte. No ambiente, além da desejada taça e de televisores com esse vídeo, também havia painéis com imagens de cada um dos clubes campeões da Libertadores.

No dia da final entre Cruzeiro e Estudiantes o vídeo foi exibido novamente, agora no telão do Mineirão, dessa vez para os 65 mil torcedores presentes.

O vídeo mostra fotos e trechos de narrações de todos os clubes campeões da Libertadores, desde o Peñarol do Uruguai em 1960 até a LDU do Equador em 2008.


Copa Bimbo 2010

20/01/2010

Troféu da Copa Bimbo Entre os dias 15 e 18 de janeiro foi realizada a segunda edição da Copa Bimbo, que ficou conhecida no Brasil como Torneio Verão. A competição novamente foi realizada em sua totalidade no Estádio Centenário, em Montevidéu, Uruguai. Novamente teve a presença dos dois principais clubes da capital uruguaia, Nacional e Peñarol. Mas dessa vez ao invés de Cruzeiro e Atlético Mineiro, foram convidados o Danúbio, também de Montevidéu, além do Nacional do Paraguai.

Na primeira fase, assim como no ano passado, o Nacional do Uruguai venceu o rival Peñarol, dessa vez por 6 a 5 nos pênaltis, após um empate em 0 a 0 no tempo normal. Na outra semifinal o Danubio goleou o Nacional do Paraguai por 5 a 2.

Na disputa pelo terceiro lugar Peñarol e Nacional do Paraguai empataram por 2 a 2 no tempo normal e os visitantes venceram por 3 a 1 nos pênaltis. Na final, houve embate entre o Nacional do Uruguai e o Danubio. O Danubio abriu o placar aos 33 do segundo tempo, gol de Diego Perrone. Mas aos 46 do segundo tempo o Nacional conseguiu o empate, com gol de Sergio Blanco. Mas dessa vez o Nacional, que perdeu a final do ano passado para o Cruzeiro, teve melhor sorte e venceu por 3 a 1 nos pênaltis, ficando com o segundo título da Copa Bimbo.

Os dois “Nacionais” vão disputar a Copa Libertadores 2010. O do Paraguai está no grupo 2, junto com São Paulo, Once Caldas e Monterrey. O do Uruguai no grupo 6, junto com Banfield, Deportivo Cuenca e Morelia.


Os maiores clubes do século XXI

30/09/2009

Na semana retrasada, a IFFHS (Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol), organização reconhecida pela FIFA, divulgou o ranking do “Clube Sulamericano do Século XX”, em que classificava os clubes de acordo com seu desempenho em competições organizadas e/ou oficializadas pela CONMEBOL. No ranking divulgado, o Peñarol, do Uruguai, ficou em primeiro com 531 pontos. Segue a lista dos 10 primeiros colocados:

1. CA Peñarol (URU): 531,00 pontos
2. CA Independiente (ARG): 426,50 pts
3. Club Nacional de Football (URU): 414,00
4. CA River Plate (ARG): 404,25
5. FC Olimpia (PAR): 337,00
6. CA Boca Juniors (ARG): 312,00
7. Cruzeiro EC (BRA): 295,50
8. São Paulo FC (BRA): 242,00
9. CD América Cali (COL): 220,00
10. SE Palmeiras (BRA): 213,00

Dentre as equipes brasileiras, o ranking ficou da seguinte maneira:

7. Cruzeiro EC (MG): 295,50
8. São Paulo FC (SP): 242,00
10. SE Palmeiras (SP): 213,00
11. CR Flamengo (RJ): 200,00
14. Grêmio FBPA (RS): 157,00
16. Santos FC (SP): 140,00
19. CR Vasco da Gama(RJ): 109,50
22. CA Mineiro (MG): 95,50
31. SC Corinthians Paulista (SP): 60,00
SC Internacional (RS): 60,00
37. Botafogo FR (RJ): 44,00
52. CSA (AL): 14,00
54. EC Bahia (BA): 12,00
56. Sampaio Corrêa FC (MA): 10,00
São Raimundo EC (AM): 10,00
72. Criciúma EC (SC): 4,00
EC Vitória (BA): 4,00
Paraná Clube (PR): 4,00
89. CA Bragantino (SP): 2,00

Bem, utilizando-se dos mesmos critérios que a IFFHS, fiz uma atualização desse ranking, computando as competições do século XXI, ou seja, a partir de 2001 até 2009, e somente para os clubes brasileiros. Ficou da seguinte maneira:

1. São Paulo FC: 103
2. SC Internacional: 82
3. Grêmio FBPA: 57
4. Santos FC: 54,5
5. CA Paranaense: 42
6. Cruzeiro EC: 40
7. AD São Caetano: 36
8. Fluminense FC: 33
9. SE Palmeiras: 24
10. CR Flamengo: 10
SC Corinthians Paulista: 10
12. CR Vasco da Gama: 5
13. Botafogo FR: 2,5

Na somatória dos clubes brasileiros, o ranking fica da seguinte maneira então:

1. São Paulo: 345
2. Cruzeiro: 335,5
3. Palmeiras: 237
4. Grêmio: 214
5. Flamengo: 210
6. Santos: 194,5
7. Internacional: 142
8. Vasco da Gama: 114,5
9. Atlético Mineiro: 95,5
10. Corinthians: 70
11. Botafogo: 46,5
12. Atlético Paranaense: 42
13. São Caetano: 36
14. Fluminense: 33
15. CSA: 14
16. Bahia: 12
17. Sampaio Corrêa: 10
São Raimundo: 10
19. Criciúma: 4
Vitória: 4
Paraná: 4
22. Bragantino: 2