Por que os clubes descendentes de italianos tinham o nome de Palestra?

26/04/2010

O leitor Alfredo postou uma seguinte dúvida: por que os clubes descendentes de italianos no Brasil tinham o nome de Palestra?

Palestra Itália Futebol Clube

O Palmeiras, em São Paulo, e o Cruzeiro, em Belo Horizonte, foram fundados com o nome de Sociedade Esportiva Palestra Itália, ambos formados por descendentes e/ou imigrantes italianos em suas respectivas cidades. No Paraná, também houve um clube de futebol chamado Palestra, mas esse era Palestra Itália Futebol Clube. O Palestra Paranaense, por sua vez, fundiu-se com o Britânia e o Ferroviário em 1971, para formar o Colorado Esporte Clube. Em 1989 o Colorado fundiu-se com o Pinheiros e formou aquele que ficou conhecido como Paraná Clube.

Segundo o oráculo,

Palaestra é uma palavra latina derivada do grego παλαίστρα, que por sua vez deriva do verbo παλαίω, significando “lutar”. De facto, a palestra (como pode ser grafada modernamente) era, na Grécia e Roma antigas uma construção que abrigava uma escola de luta corporal. Funcionava como escola de treinamento e também como local de convívio social masculino, já que mulheres não eram admitidas. Geralmente, mas não obrigatoriamente, eram anexos aos gymnasium, local fechado para treinamento. Modernamente pode designar um campo retangular cercado e descoberto, para a prática de esportes coletivos como o futebol ou ainda, em sua grafia moderna, uma conferência pública em tom coloquial.

Vale lembrar também que a palavra Palestra em italiano, significa ginásio em português. Seria então como os times se chamassem Ginásio Itália, ou mesmo Ginástico.

Anúncios

Brasileiros na Pré-Libertadores

26/01/2010

Começa hoje a 51ª edição da Copa Libertadores da América, a maior competição interclubes do continente sulamericano. As partidas de hoje, entre Deportivo Táchira (VEN) x Libertad (PAR) e Colón (ARG) x Universidad Católica (CHI), são válidas pela Primeira Fase da Libertadores, um estágio preliminar que indicará mais seis clubes para a Segunda Fase do torneio, que é a tradicional fase de grupos.

Palmeiras A primeira edição em que ocorreu essa disputa mata-mata para indicar clubes para a fase de grupos foi em 2005. Nesta edição, o Palmeiras, quarto colocado no Campeonato Brasileiro de 2004, teve de enfrentar o Tacuary, do Paraguai. Empate no primeiro jogo por 2 a 2, e vitória palmeirense em casa por 2 a 0. Com a classificação, o Palmeiras caiu no grupo 4, onde estava o também brasileiro Santo André, campeão da Copa do Brasil do ano anterior. O Palmeiras, porém, foi desclassificado pelo futuro campeão São Paulo nas oitavas de final. O Guadalajara, do México, também classificado através da fase preliminar, chegou até as semifinais da competição, sendo eliminado pelo Atlético Paranaense.

GoiásEm 2006, com o São Paulo sendo o atual campeão, o Brasil ganhou mais uma vaga na Libertadores (seis). Assim, dois brasileiros tiveram de disputar a fase preliminar. O Goiás, terceiro colocado do Brasileirão, enfrentou o Deportivo Cuenca, do Equador. Empatou fora de casa por 1 a 1, mas venceu no Serra Dourada por 3 a 0. O Palmeiras, quarto colocado do Brasileiro, participou pela segunda vez consecutiva da fase preliminar, enfrentando dessa vez o Deportivo Táchira. Venceu os dois jogos, no Palestra Itália por 2 a 0 e na Venezuela por 4 a 2. Os dois alviverdes avançaram somente até as oitavas de final, quando o Goiás foi eliminado pelo Estudiantes de La Plata, da Argentina, e o Palmeiras, de novo, pelo São Paulo. O Guadalajara, que novamente também veio da fase preliminar, novamente foi eliminado nas semifinais e novamente pelo brasileiro que seria o vice-campeão do torneio, agora o São Paulo.

SantosParanáEm 2007, com o Internacional defendendo o título, o Brasil teve de novo seis participantes na Libertadores, com dois deles participando da fase preliminar. O Santos, quarto colocado no Brasileiro 2006, enfrentou o Blooming, da Bolívia, e venceu os dois jogos: 1 a 0 fora de casa e 5 a 0 na Vila Belmiro. O Paraná, quinto colocado no Brasileiro 2006, também se saiu bem contra o Cobreloa, do Chile. Venceu por 2 a 0 fora de casa e empatou por 1 a 1 em Curitiba. O Santos conseguiu chegar até as semifinais, quando foi eliminado pelo Grêmio. Já o Paraná parou nas oitavas de final, contra o Libertad, do Paraguai.

CruzeiroEm 2008, a fase preliminar da Libertadores passou a se chamar Primeira Fase, e a fase de grupos Segunda Fase. Mas o sistema continuou o mesmo, e o Cruzeiro, quinto colocado no Brasileirão 2007, teve de enfrentar o Cerro Porteño, do Paraguai. Se saiu bem, com duas vitórias: 3 a 1 no Mineirão e 3 a 2 no Defensores del Chaco. O Cruzeiro chegaria até as oitavas de final, quando foi eliminado pelo Boca Juniors. O que foi mais longe dos times que saíram da fase preliminar foi o Atlas, do México, que foi eliminado nas quartas de final, também pelo Boca.

Real PotosíEm 2009, pela terceira vez o Palmeiras teve de disputar a fase preliminar da competição, agora como quarto colocado no Brasileiro de 2008. O adversário da vez foi o Real Potosí, da Bolívia. O Verdão venceu em casa por 5 a 1 e nem a altitude de 4000 metros foi capaz de impedir uma nova vitória dos brasileiros, por 2 a 0. O Palmeiras chegou até as quartas de final, quando foi eliminado pelo Nacional, do Uruguai. E em 2009, pela primeira vez, um clube que saiu da fase preliminar conseguiu se sagrar campeão. Foi o Estudiantes de La Plata, da Argentina, que venceu o Cruzeiro na final.

Em 2010, o Cruzeiro enfrentará a fase preliminar pela segunda vez, como quarto colocado no Brasileiro do ano passado. E o Real Potosí é novamente adversário de um clube brasileiro, como no ano passado. Dessa vez, porém, o primeiro jogo é na Bolívia e o segundo no Brasil.