Brasileiros em finais sulamericanas

02/12/2010

Pode parecer incrível, mas a presença do Goiás na final da Copa Sul-Americana de 2010 é a 64ª de um clube brasileiro em uma final de competição organizada pela Conmebol (Confederação Sulamericana de Futebol). Das outras 63 vezes que chegou à final, o Brasil foi campeão 36 vezes, sendo que 11 dessas 36 tiveram o outro finalista também brasileiro. Das finais contra clubes estrangeiros, o Brasil venceu 25 e perdeu 27 vezes.

Dentre os clubes mais vezes finalistas, Cruzeiro e São Paulo empatam com 15 finais. Palmeiras e Internacional têm 7 cada. O Flamengo tem 6 finais, enquanto Grêmio e Atlético Mineiro têm 5. O Santos tem 4 finais e o Vasco tem 3. Fluminense e Botafogo têm 2 cada. São Caetano, Atlético Paranaense, CSA de Alagoas e agora o Goiás têm 1 final.

As competições consideradas foram: Copa Libertadores (1960-2010), Copa Sulamericana (2002-2010), Supercopa Libertadores (1988-1997), Copa Mercosul (1998-2001), Recopa Sulamericana (1989-2010), Copa Conmebol (1992-1999), Copa Ouro (1993-1996), Copa Masters da Supercopa (1992-1995), Copa Masters da Conmebol (1996), Copa Interamericana (1968-1998), Copa Suruga Bank (2008-2010)

Ano Competição Clube brasileiro Clube rival Resultado
1961 Libertadores Palmeiras Peñarol (URU) Vice
1962 Libertadores Santos Peñarol (URU) Campeão
1963 Libertadores Santos Boca Juniors (ARG) Campeão
1968 Libertadores Palmeiras Estudiantes (ARG) Vice
1974 Libertadores São Paulo Independiente (ARG) Vice
1976 Libertadores Cruzeiro River Plate (ARG) Campeão
1977 Libertadores Cruzeiro Boca Juniors (ARG) Vice
1980 Libertadores Internacional Nacional (URU) Vice
1981 Libertadores Flamengo Cobreloa (CHI) Campeão
1983 Libertadores Grêmio Peñarol (URU) Campeão
1984 Libertadores Grêmio Independiente (ARG) Vice
1988 Supercopa Cruzeiro Racing (ARG) Vice
1991 Supercopa Cruzeiro River Plate (ARG) Campeão
1992 Libertadores São Paulo Newell’s Old Boys (ARG) Campeão
1992 Supercopa Cruzeiro Racing (ARG) Campeão
1992 Conmebol Atlético Mineiro Olimpia (PAR) Campeão
1992 Recopa Cruzeiro Colo-Colo (CHI) Vice
1992 Masters Supercopa Cruzeiro Boca Juniors (ARG) Vice
1993 Libertadores São Paulo Universidad Católica (CHI) Campeão
1993 Supercopa São Paulo Flamengo Campeão e vice
1993 Conmebol Botafogo Peñarol (URU) Campeão
1993 Recopa São Paulo Cruzeiro Campeão e vice
1993 Copa Ouro Atlético Mineiro Boca Juniors (ARG) Vice
1994 Libertadores São Paulo Vélez Sársfield (ARG) Vice
1994 Conmebol São Paulo Peñarol (URU) Campeão
1994 Recopa São Paulo Botafogo Campeão e vice
1995 Libertadores Grêmio Atlético Nacional (COL) Campeão
1995 Supercopa Flamengo Independiente (ARG) Vice
1995 Conmebol Atlético Mineiro Rosario Central (ARG) Vice
1995 Copa Ouro Cruzeiro São Paulo Campeão e vice
1995 Masters Supercopa Cruzeiro Olimpia (PAR) Campeão
1996 Supercopa Cruzeiro Vélez Sársfield (ARG) Vice
1996 Recopa Grêmio Independiente (ARG) Campeão
1996 Copa Ouro Flamengo São Paulo Campeão e vice
1996 Masters Conmebol São Paulo Atlético Mineiro Campeão e vice
1997 Libertadores Cruzeiro Sporting Cristal (PER) Campeão
1997 Supercopa São Paulo River Plate (ARG) Vice
1997 Conmebol Atlético Mineiro Lanús (ARG) Campeão
1998 Libertadores Vasco Barcelona (ECU) Campeão
1998 Conmebol Santos Rosario Central (ARG) Campeão
1998 Recopa Cruzeiro River Plate (ARG) Campeão
1998 Mercosul Palmeiras Cruzeiro Campeão e vice
1998 Interamericana Vasco DC United (EUA) Vice
1999 Libertadores Palmeiras Deportivo Cali (COL) Campeão
1999 Conmebol CSA Talleres (ARG) Vice
1999 Mercosul Flamengo Palmeiras Campeão e vice
2000 Libertadores Palmeiras Boca Juniors (ARG) Vice
2000 Mercosul Vasco Palmeiras Campeão e vice
2001 Mercosul Flamengo San Lorenzo (ARG) Vice
2002 Libertadores São Caetano Olimpia (PAR) Vice
2003 Libertadores Santos Boca Juniors (ARG) Vice
2005 Libertadores São Paulo Atlético Paranaense Campeão e vice
2006 Libertadores Internacional São Paulo Campeão e vice
2006 Recopa São Paulo Boca Juniors (ARG) Vice
2007 Libertadores Grêmio Boca Juniors (ARG) Vice
2007 Recopa Internacional Pachuca (MEX) Campeão
2008 Libertadores Fluminense LDU Quito (ECU) Vice
2008 Sulamericana Internacional Estudiantes (ARG) Campeão
2009 Libertadores Cruzeiro Estudiantes (ARG) Vice
2009 Sulamericana Fluminense LDU Quito (ECU) Vice
2009 Recopa Internacional LDU Quito (ECU) Vice
2009 Suruga Internacional Oita Trinita (JAP) Campeão
2010 Libertadores Internacional Guadalajara (MEX) Campeão
2010 Sulamericana Goiás Independiente (ARG)

Brasileiros na Pré-Libertadores

26/01/2010

Começa hoje a 51ª edição da Copa Libertadores da América, a maior competição interclubes do continente sulamericano. As partidas de hoje, entre Deportivo Táchira (VEN) x Libertad (PAR) e Colón (ARG) x Universidad Católica (CHI), são válidas pela Primeira Fase da Libertadores, um estágio preliminar que indicará mais seis clubes para a Segunda Fase do torneio, que é a tradicional fase de grupos.

Palmeiras A primeira edição em que ocorreu essa disputa mata-mata para indicar clubes para a fase de grupos foi em 2005. Nesta edição, o Palmeiras, quarto colocado no Campeonato Brasileiro de 2004, teve de enfrentar o Tacuary, do Paraguai. Empate no primeiro jogo por 2 a 2, e vitória palmeirense em casa por 2 a 0. Com a classificação, o Palmeiras caiu no grupo 4, onde estava o também brasileiro Santo André, campeão da Copa do Brasil do ano anterior. O Palmeiras, porém, foi desclassificado pelo futuro campeão São Paulo nas oitavas de final. O Guadalajara, do México, também classificado através da fase preliminar, chegou até as semifinais da competição, sendo eliminado pelo Atlético Paranaense.

GoiásEm 2006, com o São Paulo sendo o atual campeão, o Brasil ganhou mais uma vaga na Libertadores (seis). Assim, dois brasileiros tiveram de disputar a fase preliminar. O Goiás, terceiro colocado do Brasileirão, enfrentou o Deportivo Cuenca, do Equador. Empatou fora de casa por 1 a 1, mas venceu no Serra Dourada por 3 a 0. O Palmeiras, quarto colocado do Brasileiro, participou pela segunda vez consecutiva da fase preliminar, enfrentando dessa vez o Deportivo Táchira. Venceu os dois jogos, no Palestra Itália por 2 a 0 e na Venezuela por 4 a 2. Os dois alviverdes avançaram somente até as oitavas de final, quando o Goiás foi eliminado pelo Estudiantes de La Plata, da Argentina, e o Palmeiras, de novo, pelo São Paulo. O Guadalajara, que novamente também veio da fase preliminar, novamente foi eliminado nas semifinais e novamente pelo brasileiro que seria o vice-campeão do torneio, agora o São Paulo.

SantosParanáEm 2007, com o Internacional defendendo o título, o Brasil teve de novo seis participantes na Libertadores, com dois deles participando da fase preliminar. O Santos, quarto colocado no Brasileiro 2006, enfrentou o Blooming, da Bolívia, e venceu os dois jogos: 1 a 0 fora de casa e 5 a 0 na Vila Belmiro. O Paraná, quinto colocado no Brasileiro 2006, também se saiu bem contra o Cobreloa, do Chile. Venceu por 2 a 0 fora de casa e empatou por 1 a 1 em Curitiba. O Santos conseguiu chegar até as semifinais, quando foi eliminado pelo Grêmio. Já o Paraná parou nas oitavas de final, contra o Libertad, do Paraguai.

CruzeiroEm 2008, a fase preliminar da Libertadores passou a se chamar Primeira Fase, e a fase de grupos Segunda Fase. Mas o sistema continuou o mesmo, e o Cruzeiro, quinto colocado no Brasileirão 2007, teve de enfrentar o Cerro Porteño, do Paraguai. Se saiu bem, com duas vitórias: 3 a 1 no Mineirão e 3 a 2 no Defensores del Chaco. O Cruzeiro chegaria até as oitavas de final, quando foi eliminado pelo Boca Juniors. O que foi mais longe dos times que saíram da fase preliminar foi o Atlas, do México, que foi eliminado nas quartas de final, também pelo Boca.

Real PotosíEm 2009, pela terceira vez o Palmeiras teve de disputar a fase preliminar da competição, agora como quarto colocado no Brasileiro de 2008. O adversário da vez foi o Real Potosí, da Bolívia. O Verdão venceu em casa por 5 a 1 e nem a altitude de 4000 metros foi capaz de impedir uma nova vitória dos brasileiros, por 2 a 0. O Palmeiras chegou até as quartas de final, quando foi eliminado pelo Nacional, do Uruguai. E em 2009, pela primeira vez, um clube que saiu da fase preliminar conseguiu se sagrar campeão. Foi o Estudiantes de La Plata, da Argentina, que venceu o Cruzeiro na final.

Em 2010, o Cruzeiro enfrentará a fase preliminar pela segunda vez, como quarto colocado no Brasileiro do ano passado. E o Real Potosí é novamente adversário de um clube brasileiro, como no ano passado. Dessa vez, porém, o primeiro jogo é na Bolívia e o segundo no Brasil.