Sete de Setembro e Raimundo Sampaio

No Jornal Nossa História dessa semana, que circula no bairro Sagrada Família, em Belo Horizonte, saiu uma reportagem sobre Raimundo Sampaio, ex-dirigente do extinto Sete de Setembro Futebol Clube e que dá nome ao estádio Independência, atualmente em posse do América. Achei conveniente compartilhar essa história com aqueles amantes do futebol antigo.

Sete de Setembro FCO “Sete de Setembro” foi fundado no dia 07 de setembro de 1913 e se estivesse em atividade estaria completando 96 anos. Em 1944, passou a se chamar Sete de Setembro Futebol e Regatas, quando foi criada a Federação Mineira de Remo. Em setembro de 1948, voltou, a atender por Sete de Setembro Futebol Clube.

Seus primeiros jogos aconteceram no campo da Chácara Negrão, na rua Itajubá e depois passou a jogar no Independência, estádio construído para a Copa do Mundo de 1950.

Clube de muitas glórias e de grandes craques, o Sete foi vice-campeão da Cidade em 1919 e 1920. Conquistou o Torneio Início de 1922 e o Torneio Coronel Oscar Paschoal em 1956. 

Participou 17 vezes do Campeonato da Cidade de 1915 a 1932, quando o futebol era amador e 24 vezes da era profissional, de 1933 a 1957. Disputou 10 campeonatos mineiros nos anos 1958, 59, 60, 61, 69, 70, 71, 74, 75 e 1976, ano que encerrou suas atividades na 1ª divisão do futebol mineiro e em 1989, com a extinção do clube, o América arrendou o Estádio Independência, mantendo-o sob sua administração.

Raimundo Sampaio

Mas, quando nós lembramos do saudoso Sete de Setembro Futebol Clube, somos obrigados a mencionar o folclórico Presidente vitalício do Sete, o Sr. Raimundo Sampaio, um personagem que, realmente fez e continua fazendo parte da história do futebol mineiro: A lembrança de Sampaio ainda continua guardada na memória de muitas pessoas do esporte e, uma das inúmeras lembranças que o Sete guarda na sua história, foi a festa dos seus 35 anos de vida que aconteceu no ano de 1948. Neste dia o Sete de Setembro enfrentou o Ypiranga, vice-líder do campeonato de São Paulo, onde o Sete venceu o jogo por 3 a 1, com gols de Rui e dois de Esmerindo. Na ocasião o time do Sete, dirigido pelo técnico Américo Tunes, jogou com Randolfo; Corsino e Oldak; Pradinho, Tilim e Mazinho; Esmerindo, Ferreira, Rui, Nelsinho e Caldeirão. Nesta partida teve uma atração a parte para o torcedor, foi o árbitro inglês Mr. Dewine que ostentava um uniforme de legítimo tecido de casimira inglês, cor de cáqui, mais parecido com a farda do Exército australiano do que com uniforme de juiz de futebol. De calção e meias até o joelho, o árbitro pequeno e esperto arrancou dos torcedores aplausos pelo seu uniforme e também quando correndo, fazia a sua famosa diagonal.

A ligação de Raimundo Sampaio com o Sete de Setembro foi muito forte e muito bonita. Ele foi o símbolo maior do clube, uma pessoa que dedicou seu tempo inteiramente a este saudoso clube que era o cartão postal da região. Praticamente, todos os jovens atletas que conviveram com o Sete de Setembro tiveram a oportunidade de fazer parte deste clube jogando em suas categorias de base e posteriormente aceitando o Sete como o segundo time do coração. Sampaio já chegou a dizer que o Sete era mais importante na vida dele que a sua própria família. Sua vida se confundiu a história do clube a ponto do Sete ser uma espécie de sua casa própria.

Sampaio comandou o clube de forma rígida, a sua administração ficou conhecida como mão firme, o que lhe deu o título de severo e rabugento. Mas, até seus próprios adversários políticos reconheciam sua dedicação extraordinária ao clube.

Raimundo Sampaio para aqueles que não sabem, foi árbitro de futebol nas décadas de 30 e 40 e jogador de futebol. Dizem que ele foi um grande lateral direito nos anos 20, conhecido como Mundico e o nome Raimundo Sampaio que foi dado ao Estádio Independência é uma homenagem a este que foi um grande incentivador do futebol e esporte de modo geral em Minas Gerais. Quando nos lembramos de Raimundo Sampaio, temos que falar também sobre o Estádio Independência, que foi o maior palco do futebol mineiro durante 15 anos até a era Mineirão, inaugurado em 1965.

Com a construção do Estádio Magalhães Pinto, o Independência caiu em um injusto esquecimento. Os torcedores e clubes não ligavam mais para o velho alçapão do Horto e para a sobrevivência do Sete de Setembro Futebol Clube, que já não tinha as rendas dos jogos do aluguel do estádio, passou a alugá-lo para outros clubes da capital para realizar treinamentos. Mas, depois da construção da Vila Olímpica, Vale Verde e Toca da Raposa essa prática foi interrompida. O resultado foi o estado de abandono em que o estádio ficou por vários anos. Porém este quadro mudou em 1986 com a reforma do Independência no governo Hélio Garcia que passou para o América tomar conta.

Equipes amadoras participavam de torneios promovidos pelo Sete

O Sete de Setembro na sua existência proporcionou aos moradores do entorno do Estádio Independência um lazer agradável que com certeza está guardado na memória de muitos. Além da quadra esportiva, da piscina, das peladas atrás das traves (gols), dos torneios envolvendo times amadores da região, do desfile da primavera do qual participavam escolas públicas, municipais e particulares, dos bailes na sede social e dos jogos das categorias de base e profissional do Sete, fizeram da época momentos felizes que o América, com a nova reforma do Independência, poderia resgatar numa forma de interagir com a comunidade e ao mesmo tempo conquistar novos torcedores. Raimundo Sampaio morreu dois dias depois de completar oitenta anos. Ele foi sepultado no Cemitério do Bonfim e a bandeira vermelha e branca do seu clube acompanhou o caixão. No seu velório inúmeras personalidades do esporte estiveram presentes. Sampaio morreu por causa de um derrame sofrido em 03 de julho e seu estado de saúde complicou, vindo a falecer em 23 de agosto de 1984.

Hoje o Independência tem o nome do saudoso Raimundo Sampaio e está prestes a ser reformado novamente. Aqueles que conviveram com o Sampaio e torceram muito pelo Sete de Setembro, gostariam que dentro do novo estádio fosse feito um memorial. Seria uma forma justa de homenagear a bonita e difícil história de um clube que no passado foi muito respeitado.

15 respostas para Sete de Setembro e Raimundo Sampaio

  1. Tamara duarte disse:

    Para um trabalho sobre a memória coletiva do bairro sagrada Familia, precisamos de um telefone de contado de Raimundo Sampaio, para uma entrevista à um documentário.

    desde já agradeço,

    Tamara Duarte.

  2. Paulo Afonso da Mata Machado disse:

    Gostaria de me associar às homenagens a Raimundo Sampaio lembrando seu antecessor, João Evangelista do Amaral Castro (signatário do Manifesto dos Mineiros de 1943).
    Os aniversários do Sete de Setembro eram comemorados festivamente. No dia 7/9/59, o Sete recebeu o Cruzeiro para as festividades. João Amaral, que era casado com minha tia, convidou-me para entrar em campo com o time. Foi uma grande emoção entrar correndo com Paulo França, Alfeu e Gonçalves; Valter, Paulo Florêncio e Cazuza; Capeta, Áureo, Abelardo, Dirceu e Carioca.

  3. Silvio disse:

    Gostei da matéria, gostaria de acrescentar alguns detalhes.
    Quando no dia do falecimento de Raimundo Sampaio o muro de contenção da ferradura,caiu e foi parar na entrada da grande área.
    A reforma realizada no Estadio Raimundo Sampaio foi administrada pela SELT cujo o secretário era o Leopoldo Bessone. Muito tempo depois passou para a administração do América. Se desejarem tenho muito mais a comentar.
    Um abraços a todos.

  4. Spencer de Assis Mendes disse:

    Meu pai VALENTIM foi um grande goleiro do Sete de Setembro de 1960 em diante, disputou o campeonato mineiro Hoje o mesmo ira completar 70 anos de vida, gostria de saber se alguem pode me ajudar a conseguir cópias das fotos da epoca para realizarmos uma confraternização e homenagem a ele, ou podem me enviar o email, estarei muito agradecido Pela ajuda

    Um grande abraço a todos

  5. Roni Assis disse:

    Gostaria de informações sobre a história do Sete de Setembro, não existe quase nada sobre a trajetória desse clube que marcou a história do futebol de Belo Horizonte.
    Se alguem souber de algum livro, artigo ou site onde eu possa saber mais sobre o Sete de Setembro ficaria grato que me informassem. roniassis@yahoo.com.br
    Desde já agradeço.

  6. roberto disse:

    Olá Silvio! Sou diretor do jornal Nossa História e achei interessante a ideia de um documentário sobre o Sete de Setembro, se puder ajudar com algumas informações, entre em contato pelo e-mail do jornal, ficarei grato pela contribuição!

    Att,
    Roberto

  7. Thiago Pires disse:

    Olá a todos. Muito interessante as matérias e os comentários aqui postados. Apesar de cada um em um período diferente, todos mostraram interesse em um resgate histórico e valorização da trajetória do Sete de Setembro e do Raimundo Sampaio. Há alguma novidade quanto ao desenvolvimento de algum trabalho nesse sentido? Me interesso bastante em colaborar e quem sabe iniciarmos algum novo projeto envolvendo o Sete.

    Fiquem à vontade para me contactar no thiago@sbranding.com.br .

    Att,

    THIAGO PIRES

  8. Maria Das Merces LIma Sampaio disse:

    Ola a todos ,meu filho me disse hoje desta reportagem .Sou a filha do Raimundo Sampaio ,também acho que devemos resgatar a trajetoria do Sete de Setembro inclusive do meu pai ,que este e o meu irmao ja falecido derao a vida pelo Sete de Setembro .
    E hoje sequer tem o nome no Estadio .

    Fiquem a vontade pra me contactar no tati_sampaio27@hotmail.com

    Att,
    Maria Das Merces lima Sampaio

  9. Silvio B. da Silva disse:

    Que tal uma partida no Estadio Raimundo Sampaio, entre os jogadores que já atuaram pelo Sete de Setembro e o America, um outro clube que o Mundico admirava. Esta partida poderia ser uma preliminar em um jogo do América, assim alguns poderiam ter ideia do que foi e quem foi Raimundo, Sete de Setembro, Sampaio.

  10. ALVES - ANTÔNIO ALVES FERREIRA disse:

    É com muita emoção e lembranças agradáveis do Sete de Setembro F C e Seu Vitalício Presidente Raimundo Sampaio , que li este breve documentário que não tem preço. Eu sei o que é ter na Veia O Sete S F C , como tinha o Presidente e depois seu sucessor, seu O tbem dedicado Nadinho. Fui lateral esquerdo do Sete por 7 anos coincidência , guardo lembranças inesquecíveis de amigos como meus ex treinadores , Sr. Pedro, José Maria ex Jog. Do Galo, Pedro Paulo ex Jog. Do Cruzeiro, Gilberto foi nosso prepRador Físico , e companheiros de jogos como: Bolão, Jonas Goleiros, Rocha, Chiquinho, Beto.
    Escalação Time Profissional 2 divisão de 1984:
    Jonas, Ronaldo, Rocha, Chiquinho, Alves, Beto, Serginho,Divino, Jorginho, Foguete e Ronaldo Treinador Pedro Paulo
    Alves: meu contato, 65 99818406 hj sou Pastor em Cuiabá MT

  11. ALVES - ANTÔNIO ALVES FERREIRA disse:

    É com muita emoção e lembranças agradáveis do Sete de Setembro F C e Seu Vitalício Presidente Raimundo Sampaio , que li este breve documentário que não tem preço. Eu sei o que é ter na Veia O Sete S F C , como tinha o Presidente e depois seu sucessor, seu Filho O tbem dedicado Nadinho. Fui lateral esquerdo do Sete por 7 anos coincidência , guardo lembranças inesquecíveis de amigos como meus ex treinadores , Sr. Pedro, José Maria ex Jog. Do Galo, Pedro Paulo ex Jog. Do Cruzeiro, Gilberto foi nosso prepRador Físico , e companheiros de jogos como: Bolão, Jonas Goleiros, Rocha, Chiquinho, Beto.
    Escalação Time Profissional 2 divisão de 1984:
    Jonas, Ronaldo, Rocha, Chiquinho, Alves, Beto, Serginho,Divino, Jorginho, Foguete e Ronaldo Treinador Pedro Paulo
    Alves: meu contato, 65 99818406 hj sou Pastor em Cuiabá MT

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: