Petrobrás Brasileirão 2009

Como previsto no Parágrafo Único do Artigo 6º do regulamento do Campeonato Brasileiro de 2009, “A CBF poderá negociar comercialmente a adoção de uma outra denominação para o troféu de campeão brasileiro, através de contrato com patrocinador específico”. Eis que a partir dessa 22º rodada do Campeonato Brasileiro, o torneio passa a se chamar “Brasileirão Petrobrás 2009”. A empresa petrolífera brasileira deixou de patrocinar o Flamengo há poucos meses atrás, num contrato que durava desde 1984 e agora investe no naming rights do principal torneio de futebol do país.

Petrobras2009

Naming rights ou direitos de nome, não é nada mais do que quando uma empresa resolve comprar ou alugar o nome de algum lugar ou evento, colocando o próprio nome da empresa ou de algum produto. Por exemplo, aqui em Belo Horizonte, o antigo Marista Hall se tornou Chevrolet Hall.

Não é a primeira vez que a Série A tem seu nome associado à de uma empresa. Em 2005, a Nestlé comprou os direitos do torneio, que se chamou “Taça Nestlé Brasileirão 2005”, sendo que o Corinthians, campeão daquele ano, além da tradicional taça do Campeonato Brasileiro, também ficou com a Taça Nestlé.

Nestle2005

O segundo torneio mais importante do país, a Copa do Brasil, esse ano, pela primeira vez também teve seu nome associado a uma empresa. A Kia Motors patrocinou o torneio, que se chamou “Copa Kia do Brasil 2009”.

Naming rights no futebol são comuns em torneios internacionais. Na Europa temos a Liga Sagres (1ª divisão portuguesa), Liga Vitalis (2ª divisão portuguesa), Carling Cup (a Copa da Liga Inglesa). Essa última, inclusive, tem seus nomes ligados a alguma empresa desde 1982. Na América do Sul temos a Libertadores, que entre 1998 e 2007 foi a “Copa Toyota Libertadores” e a desde o ano passado se chama “Copa Santander Libertadores. Dos torneios da Conmebol também temos a “Copa Nissan Sudamericana” e a “Recopa Visa Sudamericana”.

Talvez esse seja o primeiro passo para um campeonato brasileiro mais organizado, em padrão próximo ao europeu. Quem sabe um dia seja regra os clubes jogarem com numeração fixa, nomes dos jogadores nas costas, patch da competição na manga da camisa… Além, claro, de um calendário melhor ajustado, jogadores de melhor qualidade, estádios confortáveis e seguros.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: